Desfile de 25 de Abril de 2017

 

Em termos de apoio aos transportes e a acessibilidade, pode ser consultado no site Portugal Acessível o guia de transportes existente e as especificações dos equipamentos que dispõem: http://www.portugalacessivel.pt/default/pesqtransportes/id/26

 

Os transportes rodoviários sobretudo interurbanos constam com uma frota equipada e preparada para transportar pessoas com mobilidade condicionada, contudo em Lisboa, por exemplo, essa frota corresponde apenas a 50%.

Informações mobilidade condicionada e Carris em http://www.carris.pt/pt/mobilidade-reduzida/

Por seu lado a Sociedade de Transportes Coletivos do Porto (STCP) já atingiu a meta de ter uma rede acessível composta por 100% dos veículos com piso rebaixado e 66% com rampa.

A STCP estabeleceu uma mini-rede de linhas para servir pessoas com mobilidade reduzida, a Rede de Acesso Fácil. Esta rede abrange ligações entre pontos considerados mais úteis (hospitais, zonas comerciais, universidades, etc..). A rede permite aos cidadãos com mobilidade reduzida programar as suas deslocações na rede.

Informações mobilidade condicionada e STCP em http://www.stcp.pt/pt/viajar/acessibilidade/regras-de-utilizacao/

Consultar o Documento de Acessibilidade da APD

Consultar o Decreto-Lei n.º 58/2004, de 19 de Março

Consultar a Directiva n.º 2001/85/CE, de 20 de Novembro

A esmagadora maioria dos transportes rodoviários de longa distância não está preparada com equipamentos para permitir o acesso a todas as pessoas.