Desfile de 25 de Abril de 2017

 

PRODUÇÃO DO ESPECTÁCULO - CARTAS DE CEGOS para montagem teatral

 "CARTAS IBERICAS: TERRAS DA ESPANHA, AREIAS DE PORTUGAL”

O Espectáculo Teatral “Cartas Ibéricas” é uma produção teatral profissional que estará em cartaz nos principais teatros do país, e neste momento estamos a compilar as histórias de amor representadas em cartas antigas para compor o guião.

Estamos em contacto com os Centros de Apoio aos Deficientes Visuais de Portugal, pois estamos em busca de cegos que possuam cartas de Amor… procuramos as cartas para compor o guião do Espectáculo Teatral “Cartas Ibéricas”.

O Espectáculo "Cartas Ibéricas" será composto por histórias de diversas formas de amor, e nos interessaria muito relatarmos uma historia de amor de um deficiente visual... pode ser entre dois deficientes, ou apenas um dos dois... 

Estamos a procurar em todo Portugal e Espanha estas cartas de amor… O amor em suas variadas formas: entre marido e esposa, esposa e amante, mãe e filhos, amigas, aluno e professor, enfim, qualquer tipo de representação de amor… qualquer carta que seja representante fiel deste tema tão inerente a vida de todos nós: o Amor!!

A atriz e criadora do espetáculo Vanessa Navas, juntamente com a guionista Raquel Constante, entrarão em contato com as histórias mais peculiares e emocionantes de amor que encontrarem, para assim, introduzirem estas histórias no enredo de “Cartas Ibéricas”

 

Contacto:

Este endereço de email está protegido contra piratas. Necessita ativar o JavaScript para o visualizar.

Tlm/Wpp: 919 757 898

 

 

 

 

 

 

 

 

 

RGPD - Regulamento Geral de Proteção de Dados

 

De acordo com o Regulamento Geral de Proteção de Dados, os dados recebidos através das páginas web, serão processados informaticamente e a sua utilização destina-se exclusivamente para uso interno para responder às questões e formalizar diligências junto das entidades responsáveis. O utilizador deve ter conhecimento de que os dados inscritos irão circular numa rede aberta até ao seu registo na Base de Dados, podendo ser intercetados por terceiros. Aos utilizadores é garantido o acesso aos dados para eventual correção ou eliminação. 

A Associação Portuguesa de Deficientes não fornecerá os dados pessoais a entidades terceiras, e só em situações de necessidade de identificação para resolução das suas questões, haverá uma comunicação prévia solicitando a sua autorização para fornecer os seus dados a entidades terceiras, nomeadamente Câmaras, Hospitais, e Instituições Públicas, pelo que, a sua utilização pressupõe o conhecimento e aceitação destas condições.

 

Poderá consultar mais informações sobre o Regulamento (UE) 2016/679 do Parlamento Europeu e do Conselho de 27 de abril de 2016 e a sua aplicação em https://www.cnpd.pt/bin/rgpd/rgpd.htm 

 

Saiba mais sobre a nossa política de privacidade aqui.